Notícia 104:

Pelo sétimo ano consecutivo, BahiaRT é CAMPEÃO BRASILEIRO de Futebol de Robôs

E o HEPTA veio ! Na manhã do último sábado (26/10/2019), a Universidade Federal do Rio Grande (FURG) presenciou um embate muito equilibrado entre BahiaRT e ITAndroids. As equipes de robôs simulados ficaram no 0x0 após uma partida equilibrada com chances para os dois lados. Uma prorrogação de com dois tempos de três minutos se seguiu e a igualdade persistiu. O título de 2019 foi então decidido nos pênaltis. O BahiaRT foi mais eficiente e marcou quatro penalidades contra apenas três da equipe paulista do ITA. O resultado manteve a hegemonia nacional da equipe Unebiana nesta modalidade !

A Competição Brasileira de Robótica (CBR) aconteceu de 22 a 26 de outubro na cidade de Rio Grande-RS como parte do Robótica 2019. Este ano o Brasil sediou mais uma vez a Competição Latino Americana de Robótica (LARC) de forma que esta foi também uma conquista continental. Com o título, o BahiaRT é atualmente HEXACAMPEÃO LATINOAMERICANO e HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO.


Trofeu de Campeão Brasileiro e Latino Americano 2019 conquistado pelo BahiaRT.

A Campanha

A equipe BahiaRT iniciou a primeira rodada de classificação atropelando os adversários com triunfos por 5x0 e 1x0. Na segunda rodada um empate em 0x0 contra a equipe FCPortugal (Universidades do Porto e Aveiro) e novos triunfos por 2x0 e 1x0 contra Capivara (UFPR) e ITAndroids (ITA). A terceira e última rodada classificatória manteve o BahiaRT invicto com mais dois triunfos e um empate.

Video com os melhores momentos da campanha do Heptacampeonato Nacional

Ao final da fase de classificação o BahiaRT marcou 13 gols e não sofreu nenhum gol, qualificando-se para a final de forma invicta. O video acima compila alguns dos melhores lances dos diversos jogos ao longo da competição. Também está disponível em nosso canal do YouTube o video com a íntegra da grande final da LARC/CBR 2019.


Delegação de pesquisadores e estudantes representou a Bahia na maior competição de Robótica e Inteligência Artificial da América Latina

A partida final entre BahiaRT e ITAndroids refletiu o grande equilíbrio entre as duas equipes. Após dois tempos de cinco minutos, as equipes ficaram no 0x0 levando a decisão para a prorrogação. Após mais dois tempos extras de três minutos a igualdade persistiu provocando a decisão por pênaltis. Após 5 cobranças de cada time, o BahiaRT marcou o último pênalti encerrando a série em 4x3 conquistando o título de Campeão Brasileiro e Latinoamericano 2019.


Tensão na final. Título só veio após a cobrança de pênaltis.

Resultados Científicos

O Futebol de Robôs Simulados é um desafio padrão para as comunidades de Robótica e Inteligência Artificial. Representa uma classe de problemas de sistemas multi-robôs autônomos. Como exemplos de problemas reais nesta classe podemos citar sistemas de múltiplos veículos automotivos autônomos como devemos observar no trânsito das grandes cidades em breve. Sistemas de múltiplos robôs aplicados à agroindústria, construção civil, estoque e distribuição de mercadorias em larga escala, entre outros. Sistemas com nano-robôs autônomos aplicados em áreas como medicina, engenharia genética e outras. Enfim, ao realizar pesquisa em futebol de robôs, conhecimento relevantes para todas estas áreas estão sendo produzidos.


Sistemas Multi-Robôs apresentam inteligência coletiva para a solução de diversos problemas de alta complexidade presentes na sociedade.

Os estudantes da Uneb que participam do ACSO estão qualificando-se profissionalmente para ocupar postos de trabalho de alto valor agregado, exercendo posições de destaque nas carreiras de tecnologia para a qual estão se preparando. Atualmente, o time de futebol de robôs do BahiaRT representa dois projetos de iniciação científica, um projeto de TCC de Bacharelado, uma dissertação de mestrado e um projeto de tese de doutorado, todos em andamento. Sem contar com o conhecimento dos diversos projetos já concluídos que estão agregados ao time.


Pesquisadores e estudantes de diversas universidades trocam experiências e comparam seus protótipos experimentais durante todos os dias do evento.

Durante as competições os estudantes conseguem repetir múltiplas vezes em um processo de imersão dedicada os processos de coleta e análise de dados, formulação de hipóteses e intervenção presente na metodologia científica experimental. Em contato permanente com os orientadores presentes no evento, o grupo consegue promover e validar avanços e resultados importantes que viabilizam os resultados dos seus projetos.


A intensa interação entre orientadores e estudantes durante o evento produz avanços relevantes nos projetos científicos em andamento.

A volta de BILL

Outra grande conquista para o ACSO foi o retorno do protótipo experimental de robô de serviços - BILL - às competições. BILL foi desenvolvido para atender aos requisitos propostos no desafio RoboCup@Home. O objetivo é estimular a criação de robôs capazes de servir ao ser humano em atividades corriqueiras num ambiente residencial e seu entorno. Um robô de serviço desta natureza deve ser capaz de lavar louças, limpar a casa, servir convidados, cozinhar, fazer supermercado, prestar primeiros socorros, etc. Tudo isto interagindo em linguagem natural com os humanos, reconhecendo e diferenciando as diversas pessoas.


Robô BILL na arena de provas da RoboCup@Home.

O robô BILL passou por um processo de re-engenharia com modificações no seu hardware e software e ficou impossibilitado de participar das competições no ano passado. Este ano, BILL retorno às competições pontuando bem nas provas que já está apto a disputar e terminou a competição no sexto lugar superando outros robôs de universidades que concorreram na modalidade.


BILL e seus amigos. Diversos robôs de serviço disputaram várias provas na arena que reproduz o cenário de uma típica residência.

Durante as provas os estudantes são preparados para apresentar em público os resultados de sua pesquisa, tomar decisões rápidas diante de situações problema e realizar novas intervenções no experimento das hipóteses que estão sendo validadas. O período da competição é de muito trabalho neste desafio, assim como no futebol de robôs.


O processo de orientação científica em imersão gera um desenvolvimento pessoal e profissional incrível nos estudantes que passam por esta experiência.

Para o próximo ano, a expectativa é que BILL tenha todas as suas habilidades originais restabelecidas e possa levar o BahiaRT a disputar as primeiras colocações nesta modalidade a exemplo do que acontece no futebol de robôs.

Agradecemos à Universidade do Estado da Bahia pelo apoio para a relização destes projetos científicos e participação contínuas nas competições mundiais, latino-americanas e brasileiras de robótica. Agradecemos também o apoio dos programas de bolsas de iniciação científica do CNPq, FAPESB e UNEB/PICIN pelo financiamento parcial dos nossos projetos.

Um agradecimento todo especial vai para as pessoas que nos apoiaram na campanha de financiamento coletivo. Obrigado por acreditarem em nosso trabalho !

Agradecemos ainda à todos aqueles que contribuíram na nossa campanha de financiamento coletivo para ajudar a custear esta empreitada. Por fim, agradecemos ao Esporte Clube Bahia por ter aberto espaço em uma edição inteira do seu Programa do Esquadrão para divulgarmos nossa iniciativa e nossa campanha de financiamento coletivo.

Já retomamos as atividades para utilizar as informações coletadas e lições aprendidas em Rio Grande-RS. Rumo à RoboCup 2020, competição mundial de robótica.

BahiaRT é uma iniciativa pessoal de pesquisadores e estudantes do ACSO para conseguir validar na prática os resultados dos projetos científicos desenvolvidos no núcleo de pesquisa.