Notícia 079:

BahiaRT é TETRACAMPEÃO Brasileiro de Futebol de Robôs

No último mês de outubro o time de competições científicas em robótica do ACSO/DCET-I/Uneb - Bahia Robotics Team (BahiaRT) - sagrou-se TETRACAMPEÃO BRASILEIRO em futebol de robôs na modalidade Simulação 3D. Adicionalmente, o BahiaRT conquistou o TRICAMPEONATO LATINOAMERICANO e o segundo lugar no Torneio Aberto do Brasil RoboCup.


Equipe Unebiana conquistou o Tetracampeonato Brasileiro e Tricampeonato Latinoamericano em Futebol de Robôs.

A competição Latinoamericana e Brasileira de Robótica (LARC/CBR) foi sediada neste ano em Recife-PE entre 8 e 12 de outubro. O evento reuniu quatro simpósios científicos - dentre eles o maior do continente o Simpósio Latinoamericano de Robótica (LARS) - e as competições Latinoamericanas e Brasileiras de Robótica (LARC/CBR).

Os resultados mantêm a equipe da Uneb com a melhor da América Latina nesta modalidade, além de estar entre as quatro melhores do mundo.

Futebol de Robôs

Na categoria Simulação 3D, o BahiaRT enfrentou as equipes do ITAndroids (ITA-SP) e UTBots (UTFPR) pelas competições Brasileira e Latinoamericana. Somando-se a estes dois adversários, ainda enfrentamos a equipe portuguesa FCPortugal pelo torneio Aberto do Brasil que inclui equipes convidadas de outros continentes além das equipes latinas.

O BahiaRT venceu 6 partidas, empatou 1 e foi derrotado em 3 jogos apenas. Os robôs simulados baianos marcaram 32 gols e sofreram apenas 5 gols com um saldo final de 27 gols.


BahiaRT recebe o troféu de Campeão Latinoamericano e Brasileiro 2016.

No futebol de Robôs Simulação 3D times formados por 11 robôs humanóides simulados disputam uma partidas de futebol com regras semelhantes ao futebol real. As equipes precisam desenvolver todo o software de controle dos robôs desde o controle de articulações em baixo nível até a inteligência artificial cooperativa em alto nível. Trata-se de um dos maiores desafios científicos do século XXI.

Desde 2015, o BahiaRT também vem disputando outra categoria de futebol de robôs: a IEEE Very Small Size Soccer. Esta categoria é usada no ACSO para treinamento dos estudantes novatos ainda em fase de voluntariado. Por se tratar de um desafio com grau de autonomia e complexidade reduzidos - se comparado às outras categorias disputadas pelo grupo - mostrou-se ideal para treinar nossos iniciantes em tópicos avançados como controle, sistema operacional para robôs (ROS), programação de microcontroladores, sistemas distribuídos, inteligência artificial e visão computacional.

Em 2015, a equipe conseguiu fazer o time (hardware e software) funcionar durante a competição e atingiu a meta estabelecida que era: conseguir jogar no primeiro ano. Muitas equipes não conseguem de fato fazer seus sistemas funcionar durante a competição.


BahiaRT conquistou a classificação para as oitavas de final no desafio de futebol de robôs da IEEE.

Neste ano a meta foi ir um passo adiante: classificar na fase de grupos. Meta atingida, o BahiaRT venceu na última rodada da fase de grupos a equipe Red Dragons (UFScar-SP) por 1x0 e garantiu a vaga nas oitavas de final da competição. Nas oitavas de final - apesar de não ter obtido nova classificação - a equipe fez bonito vendendo caro a vaga por 2x1 para a equipe Poti da UFRN que é a maior vencedora desta categoria com cinco títulos brasileiros conquistados.

Robôs de Serviços

Na outra categoria disputada - RoboCup@Home - o desafio se dá num cenário que remonta uma casa típica para que robôs de serviços atuem interagindo de forma natural com humanos servindo-os nas suas mais diversas necessidades. O robô BILL foi construído pelo ACSO para representar o BahiaRT nesta modalidade.

Durante a competição, quatro robôs disputaram ponto a ponto 9 desafios distintos envolvendo interação em linguagem humana (fala e escuta), manipulação e reconhecimento de objetos, navegação em ambientes naturais (ambiente residencial), seguir e guiar pessoas, entre outros.

Além de BILL estiveram presentes nos desafios os robôs Apolo da equipe UTBots (UTFPR), Judite: a robô da equipe RoboFEI(FEI-SP) e Isac: robô da equipe Voxar Labs (CESAR-PE).


Judite e Bill: os dois melhores robôs de serviço da América Latina. Há um clima de romance no ar.

Com apenas 0,4 pontos de diferença para a campeã Judite, BILL garantiu o troféu de segundo melhor robô de serviços da América Latina para o time BahiaRT.


Trofeus de Campeão e Segundo Lugar conquistados pelo BahiaRT em Futebol de Robôs e Robôs de Serviços.

Durante o evento, notícias, imagens e vídeos foram postados em nossa página no Facebook. Nas próximas semanas o álbum de fotos será atualizado e mais vídeos serão publicados também.

BahiaRT é uma iniciativa científica do ACSO/DCET-I/Uneb.