Notícia 043

Uneb Qualifica-se para Disputar a Copa do Mundo de Futebol de Robôs: RoboCup 2013 em Eindhoven na Holanda.

A equipe Bahia Robotics Team (BRT) do ACSO/Uneb qualificou-se para disputar a copa do mundo de futebol de Robôs - RoboCup 2013 - na categoria Futebol de Robôs Simulado 3D.

A equipe Bahia3D - desenvolvida como parte da iniciativa BRT - disputou a qualificação com dezenas de equipes de universidades de diversos países do mundo e conquistou uma das 22 vagas em disputa para a competição. Outras 3 equipes já estavam qualificadas por terem ficado entre os três primeiros da edição RoboCup 2012.


Robô utilizado nas partidas da Simulação 3D.

Estas 25 equipes conquistaram o direito de disputar a RoboCup 2013 que acontecerá em Eindhoven, Holanda no período de 24 de junho a 1o de julho de 2013.

O processo de Qualificação

A qualificação para a Liga de Futebol de Robôs Simulados 3D é baseada na qualidade das equipes e nas contribuições científicas dos grupos de pesquisa que as desenvolve. Para este ano, as equipes tiveram que enviar três materiais:

  • Artigo científico de descrição do Time (Team Description Paper - TDP) - é um artigo onde são colocadas as contribuições científicas e descobertas do grupo durante o desenvolvimento do software que controla os robôs jogadores de futebol. Neste artigo, toda a arquitetura do time é descrita.
  • Lista de Contribuições do Grupo - lista todas as contribuições já apresentadas pelo grupo de pesquisa para a iniciativa RoboCup. Equipes com maiores contribuições ganham pontos e têm maiores chances de qualificação.
  • Cópia do software desenvolvido pelo grupo para controle dos robôs jogadores de futebol. Este software é avaliado pelo comitê organizador da Liga para verificar a qualidade do mesmo.

Estes 3 itens são avaliados e os pontos computados por um comitê organizador e os 22 times melhor classificados no ranking qualificam-se para disputar o mundial na Holanda. A lista completa das equipes qualificadas para a RoboCup 2013 na Liga Simulação 3D está disponível no site oficial da Liga de Simulação. Apenas duas equipes brasileiras estão entre as 25 qualificadas: Bahia3D - Uneb e ITAndroids - ITA-SP.

Futebol de Robôs Simulado 3D

Nesta categoria o desafio é a disputa de uma partida de futebol por robôs humanóides (robôs bípedes com anatomia similar à de um ser humano).

Este desafio faz parte da iniciativa científica internacional denominada RoboCup que visa desenvolver até o ano de 2050 um time de robôs humanóides reais capazes de vencer o time de humanos campeão do mundo à época.

Para tratar este complexo desafio, a RoboCup o subdivide em diversas modalidades. Uma delas é a simulação que utiliza robôs simulados por computador e não robôs reais. A vantagem neste caso é a possibilidade de antever futuros avanços da parte eletro-mecânica dos atuais robôs permitindo o avanço nas estragégias de inteligência artifical coletiva do time de robôs.

Esta competição é disputada por times 11 robôs com 60 cm de altura num campo de futebol simulado de 20x30 m.

Cada robô possui uma estrutura formada por 22 articulações independentes que dá ao mesmo 22 graus de liberdade que precisam ser controlados de forma eficiente pelo software de controle do robô.

\\ Video com melhores lances da RoboCup 2012 disputada no México.

Além do controle de movimentos, o software é responsável pela tomada de decisões inteligente (inteligência artificial) de cada robô para construir as jogadas de uma partida de futebol como passe, drible, chute a gol, defesas, etc. As questões táticas e de inteligência coletiva do time também estão presentes.

O video editado pela equipe norte-americana UT Austin Vila mostra os principais lances da competição mundial RoboCup 2012 que foi realizada no México. Neste vídeo é possível ter uma noção do atual nível da competição que será disputada pela equipe do ACSO.

A equipe Bahia3D é desenvolvida pelos estudantes do curso de Sistemas de Informação da Uneb: Ayran Cruz, Emmanuel Argolo, Murilo Reis, Alan Santos e Lorena Pereira sob a orientação dos professores Marco Simões e Diego Frias.

Maiores informações sobre o projeto estão disponíveis no Site do BRT.