Notícia 029

Bahia Robotics Team irá participar da Competição Brasileira de Robótica (RoboCup Brazil Open) 2009

No período de 20 a 23 de setembro de 2009, o Bahia Robotics Team (BRT) irá representar a UNEB na Competição Brasileira de Robótica (RoboCup Brazil Open) 2009 (CBR 2009). O evento acontecerá no Prédio Finatec, Campus da UnB, em Brasília-DF juntamente com o Simpósio Brasileiro de Automação Inteligente (SBAI).

O desafio em foco para o BRT será novamente o Futebol de Robôs. Das categorias que estão em desenvolvimento pelo BRT, a única que será disputada na CBR 2009 será a de Futebol de Robôs Simulado 2D. A equipe Bahia2D, desenvolvida desde 2006 pelo BRT, conquistou nas últimas duas edições da CBR (2007 e 2008) o terceiro lugar e vice-campeonato respectivamente. Em 2008, o título foi também latino-americano já que a CBR foi disputada juntamente com a competição latino-americana de robotica (LARC 2008).

Attach:trofeus2008-2.jpg Δ | Foto 1: Troféus conquistados pelo BRT nas edições anteriores da CBR.

O desafio para o Bahia2D agora é buscar seu primeiro título em Brasília. A delegação do BRT será comandada pelo Prof. Marco Simões e composta pelos estudantes do curso de Sistemas de Informação da UNEB Bruno Vinicius Silva e Igor Elói Santana. A equipe conta ainda com a colaboração da Bacharel em Ciência da Computação Luciana Patrícia das Virgens e do estudante em Ciência da Computação da FIB Alexsandro Bomfim. Estes últimos ficarão em Salvador apoiando a equipe remotamente.


Foto 2: Bruno apresentando os resultados das pesquisas do Bahia2D durante a CBR/LARC 2008.

A Liga Futebol de Robôs Simulado 2D

A RoboCup Federation tem por objetivo central desenvolver um time formado por 11 robôs humanóides capaz de disputar e vencer uma partida contra a equipe de humanos campeã do mundo até o ano de 2050. Para vencer este complexo desafio, o problema foi dividido em partes. Cada parte é tratada por uma diferente Liga da RoboCup.

A Liga de Futebol de Robôs Simulado 2D, ou simplesmente 2D, trata das questões relacionadas com a a inteligência artificial de alto nível. Nesta liga são realizadas pesquisas sobre sistemas multiagentes, inteligência coletiva, cooperação entre agentes artificiais, tática, estratégia, adaptabilidade, entre outros tópicos. É nesta Liga que está a inteligência artificial mais desenvolvida entre todas as competições de robôs realizadas hoje no mundo. É a única liga em que times com 11 robôs participam da competição, em todas as demais ligas no máximo 5 robôs são usados em cada time. As regras do jogo na 2D também são as mais realistas incluindo quase todos os tipos de penalidades de um jogo de futebol real como escanteios, tiro de meta, laterais, impedimento.

Nesta simulação é utilizado um modelo de robô abstrato. Isto significa que não importa o design eletro-mecânico do robô utilizado e sim que ele seja capaz de obedecer a um conjunto padrão de comandos de alto nível. Por este motivo, visualmente as imagens desta liga costumam não ser tão atrativas para o público leigo, apesar de ser justamente a Liga onde está presente o que há de mais avançado em termos de inteligência artificial para controle de robôs em sistema multiagentes.

A seguir pode ser visualizado um video da partida entre Bahia2D x MecaTeam(UFBA) que deu ao Bahia2D o vice-campeonato latino-americano e brasileiro em 2008.

Outras Ligas Desenvolvidas pelo BRT

Além das conquistas nas CBR anteriores, o Bahia2D foi a única equipe brasileira que conquistou a qualificação para disputar a competição mundial RoboCup nos anos de 2007 em Atlanta e 2009 em Graz.

Nas outras Ligas, o BRT sagrou-se bicampeão brasileiro em 2007 e 2008 e campeão latino-americano em 2008 na modalidade Realidade Mista com a equipe BahiaMR. Além destas conquistas, o BahiaMR conquistou o primeiro troféu mundial RoboCup para uma equipe brasileira: o terceiro lugar no mundial de Graz em 2009. Por motivos técnicos, a organização da CBR 2009 não conseguiu viabilizar a realização da Realidade Mista este ano.


Foto 3: Estudantes do BRT na CBR/LARC 2008. Da esq. para a dir., Adriano, Elen, Adailton, Luciana, Fagner, Alexsandro e José Grimaldo. Abaixados: Bruno e Juliana.

Na Simulação 3D, o Bahia3D é a única equipe brasileira em atividade. Por este motivo, não haverá competição nesta modalidade que não tem outros adversários no país. O Bahia3D, no seu primeiro ano de existência, conquistou a qualificação para o mundial de Graz 2009 e, nesta competição conseguiu superar oito equipes, classificando-se até a segunda fase de grupos.